A influência dos Youtubers para a vida dos jovens brasileiros



A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema:A influência dos Youtubers para a vida dos jovens brasileiros.”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. 

TEXTO I


A cada minuto são geradas 500 novas horas de conteúdo no YouTube mundial. Não se sabe quanto dessa produção é brasileira. O Google, dono da plataforma, não divulga dados regionais, mas informa que o país ocupa o segundo lugar mundial em tempo de visualização de vídeos on-line, atrás apenas dos EUA.

Chamados de criadores pelo YouTube e de influenciadores digitais pelo mercado (que inclui também instagramers, facebookers e afins), os produtores de conteúdo digital cresceram em número e fama; muitos ganharam status de celebridade. O fenômeno ganhou força por aqui há três anos, e sua curva continua ascendente.

http://temas.folha.uol.com.br/influenciadores-digitais/a-fama/brasil-so-perde-para-os-eua-em-tempo-de-visualizacao-de-videos-on-line.shtml


TEXTO II 

Frequentemente o termo “influenciador digital” é usado para se referir apenas às chamadas “microcelebridades”, que partem de pouco ou nenhum espaço em mídias tradicionais, mas atingem vários níveis de sucesso em capturar a atenção de seguidores nas redes sociais. Elas exibem seus cuidados com beleza, o processo de alteração de seus corpos por meio de exercícios físicos, seu humor, seu posicionamento político ou religioso, um estilo de vida ecologicamente consciente, entre muitos outros nichos do mercado de atenção.

Marcas, e mesmo partidos políticos, têm pago influenciadores digitais para promover produtos, ideias ou candidatos, em novas, e às vezes surpreendentes, estratégias de marketing. Os limites éticos para o marketing com uso de influenciadores ainda estão se delineando, e tampouco existem marcos regulatórios específicos sobre essa atividade no Brasil.

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/02/01/Os-influenciadores-digitais-e-a-indefinição-ética-nesse-mercado


TEXTO III

Curada do novo coronavírus, Gabriela Pugliesi decidiu fazer uma festinha em casa neste fim de semana. Diversas imagens do encontro foram divulgadas pela influenciadora nas redes sociais e causaram revolta entre seguidores.

A apresentadora Tatá Werneck comentou a publicação de Gabriela Pugliesi e a festinha em casa. “Gabriela, você vai me achar uma babaca depois desse comentário. Mas eu acho menos importante isso do que alertar as pessoas. Tão pedindo caminhão para os hospitais porque está um caos. Minha prima médica (que pegou coronavírus) chega chorando em casa. Porque eles já têm que escolher quem salvar. Você já teve. Está teoricamente ‘imune’. Eu acho que essa atitude, ainda mais para um monte de gente que te segue e se inspira na sua vida saudável, foi inadmissível”, escreveu.

Depois da repercussão negativa, Gabriela Pugliesi usou o Instagram para gravar um vídeo e pedir desculpas.

https://istoe.com.br/gabriela-pugliesi-faz-festa-durante-pandemia-causa- revolta- e-pede-desculpas/


TEXTO IV

http://ftpi.com.br/noticias/poder-de-influencia-dos-youtubers-na-publicidade/